Click Macaé
ClickMacaé.com.br
ClickMacaé.com.br

» A Bacia de Campos

» O Cenário Offshore

» Petróleo e Gás

» Empregos

» Cursos> Fornecedores Offshore> Shopping

» Informações> História do Petróleo> A História no Brasil> A Atividade Offshore no Brasil> As Crises do Petróleo> As Plataformas da Bacia de Campos> A Bacia de Campos em Números> As Reservas da Petrobras> Lei do Petróleo> Licenciamento Ambiental> Marco Regulatório> Petrobras no mundo> Pré-sal> Sobre o Petróleo> Sobre o Gás

» Empregos> Buscar Profissionais para Minha Empresa> Buscar Vaga de Emprego na Área

» Glossário> Terminologia Naval> Terminologia Offshore> Terminologia Offshore Comercial> Glossário e Abreviações

Sampling Treinamentos Curso 24 Horas

Petrobras corta 3.133 terceirizados

6 de janeiro de 2017

A Petrobras, em continuidade à política de reduzir ao máximo os custos operacionais, não renovou contratos com a Hope e a Personal Service, resultando no desligamento de 3.133 empregados no dia 25 de dezembro do ano passado. Esses empregados terceirizados trabalhavam na área administrativa principalmente no Rio de Janeiro. Desde 2016, já na gestão de Aldemir Bendine, a Petrobras iniciou um programa de forte redução de pessoal terceirizado que trabalhava na companhia, além da redução do quadro próprio com o lançamento dos Progama de Incentivo ao Desligamento Voluntário (PIDV).

A Hope informou que foram desmobilizados 1.533 empregados, enquanto a Personal disse que foram desligados 1.600 trabalhadores no fim do ano passado por conta do término dos contratos com a estatal.

A Petrobras explicou que não interfere no relacionamento entre a empresa contratada e os seus empregados e que está cumprindo integralmente as disposições contratuais.

Vários trabalhadores que perderam o emprego participaram na quinta-feira, 05/01, de manifestação na porta do edifício da Petrobras, no Centro do Rio, protestando pelas formas de pagamento das indenizações que estão sendo oferecidas pelas empresas de forma parcelada.

A Hope informou que nos últimos dias foi feito o o pagamento integral de todas as verbas devidas a 17% dos demitidos. A empresa se comprometeu a pagar 50% das verbas devida aos demais empregados (83%) até o fim deste mês, e a outra metade em três parcelas.

A Personal não informou sobre o pagamento das indenizações aos empregados, mas, durante assembleia dos funcionários nesta quinta-feira, a empresa teria proposto fazer o pagamento em seis parcelas, segundo fontes.

Fonte: O Globo

Últimas Notícias
» Macaé impulsiona movimento 'Bacia de Campos é preciso investir'
» Governo vai prorrogar incentivo fiscal à indústria petroleira
» Bacia de Campos: investimento em campos maduros pode aquecer economia
» Opep não tem pressa para um corte de produção mais profundo, dizem delegados
» ANP: Projetos de petroleiras podem liberar R$ 240 bi em investimentos
» Wilson Sons Rebocadores assina financiamento
» ANP diz que cenário é de otimismo pela 14ª rodada de licitações de áreas de petróleo
» Café Empresarial com palestras, estará acontecendo em julho, em Macaé
» Macaé na rota da superação
» Petrobras paga mais US$ 6 bi em juro de dívida anual que concorrência
veja mais notícias »

Fornecedores
Fornecedores - Para consultar ou anunciar, clique aqui, de R$240,00 por apenas R$99,90 ao ano, e disponibilize informações sobre seus produtos e serviços para o maior mercado de Petróleo e Gas do país: a Bacia de Campos.

Siga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no TwitterSiga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no Twitter.


Curta nossa página no Facebook

Política de Privacidade | Privacy policy | Publicidade | ContatoDesenvolvido pela SYS Computing