Click Macaé
ClickMacaé.com.br
ClickMacaé.com.br

» A Bacia de Campos

» O Cenário Offshore

» Petróleo e Gás

» Empregos

» Cursos> Fornecedores Offshore> Shopping

» Informações> História do Petróleo> A História no Brasil> A Atividade Offshore no Brasil> As Crises do Petróleo> As Plataformas da Bacia de Campos> A Bacia de Campos em Números> As Reservas da Petrobras> Lei do Petróleo> Licenciamento Ambiental> Marco Regulatório> Petrobras no mundo> Pré-sal> Sobre o Petróleo> Sobre o Gás

» Empregos> Buscar Profissionais para Minha Empresa> Buscar Vaga de Emprego na Área

» Glossário> Terminologia Naval> Terminologia Offshore> Terminologia Offshore Comercial> Glossário e Abreviações

Sampling Treinamentos Curso 24 Horas

Petrobras convida 30 empresas estrangeiras para a construção da UPGN do Comperj

10 de janeiro de 2017

O otimismo e a expectativa em torno da Unidade Processamento de Gás Natural (UPGN) do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), que seria a única obra prevista para o Plano de Investimentos 2015-2019, parecem submergir depois das incertezas do ano passado. E há uma razão forte para isso: a Petrobras acaba de enviar convites para 30 empresas estrangeiras participarem da licitação. Ao mesmo tempo em que se comemora a possível retomada, há também a decepção por nenhuma empresa brasileira ter sido convidada para participar do processo. Se elas participarem deste empreendimento, terão que se associar às empresas internacionais. Defendendo a quebra do conteúdo nacional e agora convidando apenas empresas estrangeiras para participar da primeira grande obra colocada na rua em dois anos, qual a mensagem que a Petrobras quer passar para o mercado?

Algumas empresas são fortes e conhecidas no mercado internacional, mas não se acredita que todas tenham CRCC, o aval de entrada exigido para todas as empresas brasileiras que queiram participar das licitações da estatal. Há pouco mais de dois anos, a Petrobras suspendeu preventivamente 28 das grandes empreiteiras brasileiras em função das denúncias da Operação Lava Jato. Grande parte delas não está envolvida nos inquéritos abertos pela Polícia Federal e pelo Ministério Público, mas continuam suspensas. Esta suspensão preventiva, feita na gestão de Graça Foster, ainda está em vigor.

Veja a lista das empresas convidadas para a construção da UPGN:

    Acciona;
    Amec Foster Wheeler;
    Areva;
    Bechtel;
    Chicago Bridge (CB&I);
    China Aluminium Inter Eng (Chalieco);
    Energex Energy;
    Exterran;
    Fluor;
    Hatch;
    Intecsa Eng;
    Jacobs;
    JGC;
    KBR;
    Larsen & Toubro;
    Linde;
    Tecnimont;
    Naftogaz India;
    Optimize;
    Petrofac;
    Posco;
    Propak Systems;
    Rheinmetall Inter Eng;
    Sener;
    Keri;
    SNC-Lavalin;
    Thermo Design;
    Thyssenkrupp;
    Técnicas Reunidas;
    Tozzi

Fonte: Petronotícias

Últimas Notícias
» S&P: Brasil deveria fazer precificação de mercado para petróleo local
» O petróleo de xisto pode mudar o mundo. Entenda o porquê
» Petrobras aumenta em 1% os investimentos para plano 2017-2021
» Política de conteúdo local deve premiar em vez de punir petroleiras, diz Parente
» Statoil pretende continuar investindo em campos do pré-sal no Brasil
» Petrobras mira custos de extração de óleo e gás abaixo de US$10/barril
» Shell tem expectativa de que isenção de conteúdo local seja concedida
» Macaé se destaca em torneio nacional de robótica
» TST suspende julgamento de ação que pode causar prejuízo bilionário à Petrobras
» Falta de licença atrasa plataforma no maior campo de petróleo do Brasil
veja mais notícias »

Fornecedores
Fornecedores - Para consultar ou anunciar, clique aqui, de R$240,00 por apenas R$99,90 ao ano, e disponibilize informações sobre seus produtos e serviços para o maior mercado de Petróleo e Gas do país: a Bacia de Campos.

Siga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no TwitterSiga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no Twitter.


Curta nossa página no Facebook

Política de Privacidade | Privacy policy | Publicidade | ContatoDesenvolvido pela SYS Computing