Click Macaé
ClickMacaé.com.br
ClickMacaé.com.br

» A Bacia de Campos

» O Cenário Offshore

» Petróleo e Gás

» Empregos

» Cursos> Fornecedores Offshore> Shopping

» Informações> História do Petróleo> A História no Brasil> A Atividade Offshore no Brasil> As Crises do Petróleo> As Plataformas da Bacia de Campos> A Bacia de Campos em Números> As Reservas da Petrobras> Lei do Petróleo> Licenciamento Ambiental> Marco Regulatório> Petrobras no mundo> Pré-sal> Sobre o Petróleo> Sobre o Gás

» Empregos> Buscar Profissionais para Minha Empresa> Buscar Vaga de Emprego na Área

» Glossário> Terminologia Naval> Terminologia Offshore> Terminologia Offshore Comercial> Glossário e Abreviações

Sampling Treinamentos Curso 24 Horas

Petroleiras se expandem novamente após perderem 440 mil empregos

11 de janeiro de 2017

Indústria deve ampliar investimento pela primeira vez em três anos, segundo consultoria

Mais de três quartos dos 440.131 empregos do setor de petróleo eliminados em todo o mundo até o fim de 2016 vieram das provedoras de serviços a campos de petróleo, de empreiteiras especializadas em perfuração e de fabricantes de equipamentos, disse John Graves, cuja empresa de Houston assessora acordos do setor de petróleo e gás com auditorias e due diligence. Ele acompanha os anúncios de demissões de todos os segmentos do setor de petróleo desde o início da crise, em meados de 2014. Cerca de um terço dos cortes ocorreu nos EUA, estima Graves.

As empresas petroleiras estão começando a recontratar trabalhadores à medida que adicionam sondas aos campos de xisto da América do Norte para tirar vantagem dos preços do petróleo acima de US$ 50 o barril. Após cortes de investimentos sem precedentes nos últimos dois anos, as empresas de exploração deverão ampliar as despesas de capital em 7% neste ano, escreveu David Anderson, analista do Barclays, na segunda-feira, em nota a investidores.

O número de trabalhadores dos EUA empregados no setor de extração de petróleo e gás aumentou ligeiramente após atingir o menor patamar em cinco anos em julho, segundo o Escritório de Estatísticas de Trabalho do país.

“O agressivo corte de custos desta crise reverteu boa parte da inflação relacionada aos empregados e à expansão urbana”, disse Anderson na nota. “A redução da mão de obra qualificada, que migrou para setores menos cíclicos e com emprego mais seguro, renda mais estável e melhor equilíbrio entre vida e trabalho, poderia criar uma inflação de custo e um gargalo para uma recuperação acentuada.”

Depois que as quatro maiores empresas de serviços do mundo gastaram US$ 3,12 bilhões com demissões nos últimos dois anos, o setor está bastante ciente da pesada dependência em relação à mão de obra nos campos de petróleo, disse Art Soucy, presidente de produtos e tecnologia da Baker Hughes, no mês passado, em reunião com investidores.

A nova estimativa de Graves para os cortes de empregos é 25% maior que a de outro relatório emitido por ele em maio, quando o total de cortes de funcionários chegou a 350 mil durante a crise.

As empresas de exploração e produção, que contratam as companhias de serviço para perfurar seus poços, foram responsáveis por 90.480, ou 21%, das demissões, disse Graves na segunda-feira. As empresas do setor de refino responderam por apenas 3% da redução da mão de obra.

O West Texas Intermediate, referência do petróleo dos EUA, quase dobrou desde o patamar mínimo atingido em fevereiro do ano passado. As empresas de exploração dos EUA já adicionaram mais de 100 sondas desde setembro.

Fonte: O Globo

Últimas Notícias
» Petrobras recuperou cerca de R$ 106 bilhões em valor de mercado em 2016
» TechnipFMC já está em operação
» Bacia de Campos estará na 14ª rodada da ANP
» Petrobras vai recorrer após Justiça suspender licitação da plataforma de Libra
» Secretaria de Planejamento de Macaé recomenda prudência na utilização do orçamento de 2017
» Petrobras exclui empresas brasileiras da UPGN do Comperj, mas convida estrangeira que paralisou obra na Refap
» Chevron fecha negócio com brasileira Bram Offshore
» Statoil vai operar em dois blocos no Espírito Santo
» Finalizado casco do terceiro FPSO replicante integrado no Brasil
» MME estuda medidas, como royalties menores, para atrair petroleiras para leilões
veja mais notícias »

Fornecedores
Fornecedores - Para consultar ou anunciar, clique aqui, de R$240,00 por apenas R$99,90 ao ano, e disponibilize informações sobre seus produtos e serviços para o maior mercado de Petróleo e Gas do país: a Bacia de Campos.

Siga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no TwitterSiga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no Twitter.


Curta nossa página no Facebook

Política de Privacidade | Privacy policy | Publicidade | ContatoDesenvolvido pela SYS Computing