Click Macaé
ClickMacaé.com.br
ClickMacaé.com.br

» A Bacia de Campos

» O Cenário Offshore

» Petróleo e Gás

» Empregos

» Cursos> Fornecedores Offshore> Shopping

» Informações> História do Petróleo> A História no Brasil> A Atividade Offshore no Brasil> As Crises do Petróleo> As Plataformas da Bacia de Campos> A Bacia de Campos em Números> As Reservas da Petrobras> Lei do Petróleo> Licenciamento Ambiental> Marco Regulatório> Petrobras no mundo> Pré-sal> Sobre o Petróleo> Sobre o Gás

» Empregos> Buscar Profissionais para Minha Empresa> Buscar Vaga de Emprego na Área

» Glossário> Terminologia Naval> Terminologia Offshore> Terminologia Offshore Comercial> Glossário e Abreviações

Sampling Treinamentos Curso 24 Horas

Petróleo valoriza e retoma tendência de crescimento de 1,5 da demanda este ano

15 de julho de 2017

Os contratos futuros de petróleo tem retomado a tendência positiva que vêm exibindo em julho.

A última notícia favorável para a commodity veio da Agência Internacional de Energia (AIE), que na quinta-feira, 13/07, elevou sua projeção para a demanda global por petróleo. Segundo a entidade, que tem sede em Paris, a demanda poderá crescer 1,5% este ano, a 98 milhões de barris por dia (bpd).

Antes disso, saíram pesquisas mostrando queda acentuada nos estoques de petróleo bruto dos EUA na última semana.

Por outro lado, a produção mundial continua robusta. A da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), por exemplo, atingiu em junho o maior nível do ano, a 32,6 milhões de bpd. O resultado, atribuído à Líbia, Nigéria e Arábia Saudita, dificulta os esforços do cartel de limitar a produção.

No fim do ano passado, a Opep e mais dez grandes produtores de fora do grupo, incluindo a Rússia, fecharam um acordo para reduzir a produção em cerca de 1,8 milhão de bpd ao longo do primeiro semestre. Em maio, o acordo foi renovado até março de 2018.

Já nos EUA, a produção – impulsionada pela recuperação da indústria de óleo de xisto – chegou a quase 9,4 milhões de barris por dia (bpd) na última semana, o maior nível em dois anos.

Na tarde de hoje, investidores estarão atentos ao levantamento semanal da Baker Hughes sobre o número de plataformas de petróleo em operação nos EUA, que vem crescendo de forma quase constante há vários meses.

Às 7h37 (de Brasília), o petróleo tipo Brent para setembro avançava 0,83% na IntercontinentalExchange (ICE), a US$ 48,82 por barril, enquanto o WTI para agosto subia 0,82% na New York Mercantile Exchange (Nymex), a US$ 46,46 por barril. Com informações da Dow Jones Newswires.

Fonte: Estadão Conteúdo

Últimas Notícias
» Bolsas avançam impulsionadas por resultados de empresas de energia e automotivas
» Wilson Sons Estaleiros entrega rebocador SST Aimoré
» Petrobras paralisa uma unidade de hidrotratamento do diesel S-10 da Replan
» Chevron e ExxonMobil sugerem mudanças em edital de rodadas do pré-sal
» Prumo prevê começar construção de térmica no Açu no início de 2018, diz CEO
» CNPE altera oferta de áreas nas licitações de blocos de petróleo em 2018 e 2019
» OTC Brasil: comitê discute retomada e o petróleo como grande caminho
» Demanda global por petróleo pode atingir pico em 2024, diz Goldman Sachs
» Estaleiro Atlântico Sul espera obter carência de dívida para ganhar fôlego financeiro
» Porto do Açu assina contrato de parceria com Porto de Antuérpia Internacional
veja mais notícias »

Fornecedores
Fornecedores - Para consultar ou anunciar, clique aqui, de R$240,00 por apenas R$99,90 ao ano, e disponibilize informações sobre seus produtos e serviços para o maior mercado de Petróleo e Gas do país: a Bacia de Campos.

Siga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no TwitterSiga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no Twitter.


Curta nossa página no Facebook

Política de Privacidade | Privacy policy | Publicidade | ContatoDesenvolvido pela SYS Computing