Click Macaé
ClickMacaé.com.br
ClickMacaé.com.br

» A Bacia de Campos

» O Cenário Offshore

» Petróleo e Gás

» Empregos

» Cursos> Fornecedores Offshore> Shopping

» Informações> História do Petróleo> A História no Brasil> A Atividade Offshore no Brasil> As Crises do Petróleo> As Plataformas da Bacia de Campos> A Bacia de Campos em Números> As Reservas da Petrobras> Lei do Petróleo> Licenciamento Ambiental> Marco Regulatório> Petrobras no mundo> Pré-sal> Sobre o Petróleo> Sobre o Gás

» Empregos> Buscar Profissionais para Minha Empresa> Buscar Vaga de Emprego na Área

» Glossário> Terminologia Naval> Terminologia Offshore> Terminologia Offshore Comercial> Glossário e Abreviações

Sampling Treinamentos Curso 24 Horas

Após medidas regulatórias, Petrobras retoma força e solidez

8 de agosto de 2017

Medidas tomadas pelo governo federal e nova governança contribuíram para a recuperação da estatal
 
Sancionado no final do ano passado, o marco regulatório que desobriga a Petrobras de ser a operadora única do pré-sal foi uma das principais medidas tomadas pelo governo federal para aliviar o caixa da estatal e prepará-la para retomar a competitividade e a solidez financeira.

Aliado a um plano de desinvestimentos e novas políticas estratégicas, a estatal reviu prejuízos e obteve uma melhora na avaliação financeira por agências de classificação de risco – medidas que contribuíram para elevar a credibilidade da empresa e proporcionaram uma elevação no preço das ações da Petrobras negociadas na bolsa.

Em outra ponta, a Lei de Responsabilidade das Estatais, proposta pelo governo federal e validada pelo Congresso Nacional, foi mais um passo para retomar a credibilidade das companhias brasileiras por meio da aplicação de regras rígidas para nomeação de funcionários em cargos estratégicos.

Diante desse cenário, a Petrobras já conseguiu alcançar, ainda no primeiro semestre de 2017, a meta de produção prevista para todo o ano de 2017. Até junho, a produção de petróleo da empresa chegou a 2,171 milhões de barris por dia – alta de 5,6% na comparação anual. A meta da empresa, no entanto, era uma produção de 2,07 milhões de barris.

Após fechar o ano passado com prejuízo, a Petrobras conseguiu voltar a registrar resultados positivos. No primeiro trimestre, a estatal lucrou R$ 4,4 bilhões – o melhor resultado para o período desde 2015. Nos três primeiros meses do ano passado, antes da gestão de a companhia passar por mudanças, as perdas haviam somado R$ 1,24 bilhão.

Fonte: Portal Brasil

Últimas Notícias
» TCU aprova condições do acordo de leniência firmado entre a CGU e a SBM Offshore
» Presidente da Petrobras visita Bacia de Campos e fala de investimentos para os próximos anos
» Petrobras propõe a funcionários reajuste de 1,73%
» Brasil deve exigir mais de petroleiras para concessões no Repetro
» ANP muda proposta para flexibilizar conteúdo local de contrato antigo
» Divulgar seu currículo no Click Macaé é a maneira mais eficaz da conquistar seu emprego
» O que o brasileiro pensa de petróleo, petrolíferas e combustíveis
» México culpa Brasil por fracasso de leilão de petróleo em água profunda
» Petrobras avaliou 15 mil empresas sob o ponto de vista de compliance
» Entenda o que é o Comperj
veja mais notícias »

Fornecedores
Fornecedores - Para consultar ou anunciar, clique aqui, de R$240,00 por apenas R$99,90 ao ano, e disponibilize informações sobre seus produtos e serviços para o maior mercado de Petróleo e Gas do país: a Bacia de Campos.

Siga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no TwitterSiga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no Twitter.


Curta nossa página no Facebook

Política de Privacidade | Privacy policy | Publicidade | ContatoDesenvolvido pela SYS Computing