Click Macaé
ClickMacaé.com.br
ClickMacaé.com.br

» A Bacia de Campos

» O Cenário Offshore

» Petróleo e Gás

» Empregos

» Cursos> Fornecedores Offshore> Shopping

» Informações> História do Petróleo> A História no Brasil> A Atividade Offshore no Brasil> As Crises do Petróleo> As Plataformas da Bacia de Campos> A Bacia de Campos em Números> As Reservas da Petrobras> Lei do Petróleo> Licenciamento Ambiental> Marco Regulatório> Petrobras no mundo> Pré-sal> Sobre o Petróleo> Sobre o Gás

» Empregos> Buscar Profissionais para Minha Empresa> Buscar Vaga de Emprego na Área

» Glossário> Terminologia Naval> Terminologia Offshore> Terminologia Offshore Comercial> Glossário e Abreviações

Sampling Treinamentos Curso 24 Horas

Medidas para setor de óleo e gás impulsionam economia

8 de agosto de 2017

Novas medidas contribuem para aumentar a arrecadação e destravar investimentos
 
As medidas regulatórias adotadas pelo governo federal no setor de óleo e gás, a exemplo do marco que desobriga a Petrobras de ser operadora única do pré-sal, não foram positivas apenas para a estatal. Elas também contribuíram para a melhora da economia brasileira.

Isso porque quanto mais petróleo se produz, mais a União, os estados e os municípios arrecadam impostos provenientes de royalties da exploração da commodity. No primeiro semestre, por exemplo, quando a arrecadação federal registrou o melhor resultado para o período, diante de um crescimento de 0,77%, a produção de petróleo teve um papel determinante nisso.

Justamente porque o governo brasileiro recebe os chamados royalties do petróleo, um valor pago pelas empresas que exploram a matéria-prima, e esse valor aumenta quando a produção avança. De janeiro a junho, a receita com os royalties reagiu e cresceu 53,34%, a R$ 17,8 bilhões.

"O aumento da produção significa o aumento do pagamento de royalties, o que, sem dúvida, beneficia a economia como um todo", disse o secretário-executivo de Exploração e Produção do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), Antonio Guimarães. Segundo ele, as medidas do governo federal no setor vão ampliar a concorrência nos leilões de petróleo e gerar mais emprego e renda.

"Muito provavelmente, o que a gente vai ter é que outros atores (empresas) vão comprar blocos no Brasil, vão investir, e, como benefício, a gente vai ter uma aceleração não só de investimentos que vão gerar emprego e renda, mas maior produção e, consequentemente, pagamento de royalties e tributos que geram benefícios para a sociedade brasileira", pontuou.

IMPORTANTE:

Observe que o mercado de petróleo e gás está reagindo. Com o preço do barril estável, com tendência de alta, e petroleiras chegando para as licitações, o número de vagas disponíveis aumentará significativamente. Esteja preparado com nossos treinamentos. Click aqui e confira.

Fonte: Portal Brasil

Últimas Notícias
» Total adquire negócio de petróleo e gás da Maersk por US$ 7,5 bilhões
» Petrobras pode receber até US$ 15 bi por cessão onerosa, diz ex-ANP
» Leilões do pré-sal vão oferecer reservas de 2,5 bilhões barris
» Brasil: Decolagem autorizada
» O pré-sal está aberto ao capital estrangeiro. Entenda o que muda
» Renovação de benefícios favorece investimento no setor de petróleo
» Os custos do longo ajuste da Petrobras
» ANP confirma empenho para reaquecimento da indústria do petróleo
» Menos royalties, mais empregos: Petrobras apoia campanha da cidade de Macaé
» Apesar da retração, indústria naval dá sinais de recuperação
veja mais notícias »

Fornecedores
Fornecedores - Para consultar ou anunciar, clique aqui, de R$240,00 por apenas R$99,90 ao ano, e disponibilize informações sobre seus produtos e serviços para o maior mercado de Petróleo e Gas do país: a Bacia de Campos.

Siga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no TwitterSiga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no Twitter.


Curta nossa página no Facebook

Política de Privacidade | Privacy policy | Publicidade | ContatoDesenvolvido pela SYS Computing