Click Macaé
ClickMacaé.com.br
ClickMacaé.com.br

» A Bacia de Campos

» O Cenário Offshore

» Petróleo e Gás

» Empregos

» Cursos> Fornecedores Offshore> Shopping

» Informações> História do Petróleo> A História no Brasil> A Atividade Offshore no Brasil> As Crises do Petróleo> As Plataformas da Bacia de Campos> A Bacia de Campos em Números> As Reservas da Petrobras> Lei do Petróleo> Licenciamento Ambiental> Marco Regulatório> Petrobras no mundo> Pré-sal> Sobre o Petróleo> Sobre o Gás

» Empregos> Buscar Profissionais para Minha Empresa> Buscar Vaga de Emprego na Área

» Glossário> Terminologia Naval> Terminologia Offshore> Terminologia Offshore Comercial> Glossário e Abreviações

Sampling Treinamentos Curso 24 Horas

Petrobras: Pedido de adesão a programa de governança é aceito pela B3

9 de agosto de 2017

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, ressaltou na manhã da terça-feira. 8/8, que a B3 aceitou o pedido de adesão da companhia ao programa destaque de governança nas estatais. O reconhecimento dos esforços em melhoria na área “ajuda muito” a companhia em todos os aspectos, disse o executivo após participação em evento da "Exame", em São Paulo.

A Petrobras foi a primeira estatal a solicitar a mudança, segundo Parente.

Em discurso, ele destacou as melhorias expressivas que a companhia obteve em governança corporativa, como o fato de que, hoje, todos os membros do conselho de administração são independentes, diferente do passado, quando o governo - controlador da companhia - indicava a maior parte das cadeiras no colegiado.

Outra melhoria citada pelo executivo foi que antes não havia checagem do passado e da integridade dos conselheiros, o que atualmente é realizado para 100% dos membros.

Questionado se a adesão ao programa pode ter efeitos financeiros na companhia, como redução de custo de financiamentos, Parente disse que “sem dúvida nenhuma, para uma empresa que tenha governança reconhecida por sinais públicos, isso certamente ajuda muito em todos os aspectos”.

O presidente da Petrobras destacou que a companhia busca ter “a melhor governança possível”, a fim de evitar que problemas do passado se repitam.

Venda de ativos

Parente também afirmou que o plano de venda de ativos da Petrobras, que tem como finalidade a redução do endividamento da companhia, vai ajudar também a atrair investimentos adicionais ao país. “Os desinvestimentos vão permitir que se adicionem investimentos de terceiros em áreas como campos terrestres, que não são mais o foco da Petrobras. Não somos os melhores operadores de campos terrestres”, disse.

Segundo ele, nesse caso, a estatal está atraindo empresas menores e que vão investir nesses campos, “demandando da economia local mais do que a própria Petrobras fez”, disse.

Fonte: Valor

Últimas Notícias
» Total adquire negócio de petróleo e gás da Maersk por US$ 7,5 bilhões
» Petrobras pode receber até US$ 15 bi por cessão onerosa, diz ex-ANP
» Leilões do pré-sal vão oferecer reservas de 2,5 bilhões barris
» Brasil: Decolagem autorizada
» O pré-sal está aberto ao capital estrangeiro. Entenda o que muda
» Renovação de benefícios favorece investimento no setor de petróleo
» Os custos do longo ajuste da Petrobras
» ANP confirma empenho para reaquecimento da indústria do petróleo
» Menos royalties, mais empregos: Petrobras apoia campanha da cidade de Macaé
» Apesar da retração, indústria naval dá sinais de recuperação
veja mais notícias »

Fornecedores
Fornecedores - Para consultar ou anunciar, clique aqui, de R$240,00 por apenas R$99,90 ao ano, e disponibilize informações sobre seus produtos e serviços para o maior mercado de Petróleo e Gas do país: a Bacia de Campos.

Siga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no TwitterSiga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no Twitter.


Curta nossa página no Facebook

Política de Privacidade | Privacy policy | Publicidade | ContatoDesenvolvido pela SYS Computing