Click Macaé
ClickMacaé.com.br
ClickMacaé.com.br

» Contratar Profissional

» A Bacia de Campos

» O Cenário Offshore

» Petróleo e Gás

» Empregos

» Cursos> Fornecedores Offshore> Shopping

» Informações> História do Petróleo> A História no Brasil> A Atividade Offshore no Brasil> As Crises do Petróleo> As Plataformas da Bacia de Campos> A Bacia de Campos em Números> As Reservas da Petrobras> Lei do Petróleo> Licenciamento Ambiental> Marco Regulatório> Petrobras no mundo> Pré-sal> Sobre o Petróleo> Sobre o Gás

» Empregos> Buscar Profissionais para Minha Empresa> Buscar Vaga de Emprego na Área

» Glossário> Terminologia Naval> Terminologia Offshore> Terminologia Offshore Comercial> Glossário e Abreviações

Sampling Treinamentos Curso 24 Horas

Governo quer deixar seis leilões de petróleo aprovados

14 de setembro de 2018

Leilões de 2019 já estão aprovados pelo Conselho Nacional de Política Energética

O governo federal pretende deixar aprovado para seu sucessor seis leilões de petróleo, sendo três leilões de áreas de concessão e outros três de áreas do pré-sal. A informação é do secretário de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia (MME), João Vicente Vieira, participou no Rio de Janeiro do seminário Retomada e Desafios das Novas Regras de Conteúdo Local.

“A ideia é definir, até a reunião ordinária de dezembro, os parâmetros técnicos e econômicos da 6a rodada do pré-sal e trazer o planejamento de rodadas de partilha – 7a e 8a rodadas – para 2020 e 2021. Eu imagino que a gente pode deixar um calendário de três anos”, disse o secretário do MME.

A realização das concorrências, contudo, depende de quem vencer as eleições presidenciais de outubro. Os candidatos à presidência Fernando Haddad (PT) e Ciro Gomes (PDT) já afirmaram que pretendem suspender as realizações dos leilões para fazer reformas no modelo. Ciro Gomes promete também retomar, indenizando as empresas, todas as áreas de pré-sal vendidas no governo Michel Temer.

Jair Bolsonaro (PSL), que lidera as pesquisas de intenção de voto, não é explícito sobre a realização das concorrências, mas indica que pretende reduzir os índices de conteúdo local para as concorrências. Marina Silva (Rede) não fala sobre o tema em seu programa de governo.

Em agosto, o governo publicou a resolução com os setores onde serão ofertados áreas na 16arodada da ANP, que deve acontecer no segundo semestre de 2019. A principal mudança foi a retirada do setor SC-AP5 e a inclusão dos setores SC-AUP3 e SC-AUP4, todos na Bacia de Campos. O governo também decidiu excluir da concorrência os setores SCAL-AP1 e AP2, na Bacia de Camamu-Almada, na Bahia, e sempre sujeita a restrições ambientais. Adicionou, contudo, o setor SCALAUP, mais profundo, no leilão.

A resolução incluiu também no leilão de concessão de 2019 o setor SPEPB-AP3, na Bacia de Pernambuco-Paraíba, e mantém o setor SJA-AUP (Jacuipe), na Bacia de Jacuípe, também na Bahia.

O governo também já definiu os setores que serão ofertados na 17ae a 18arodadas, previstas para 2020 e 2021.

Deverão ser licitados blocos nas bacias do Pará-Maranhão (setor SPAMA-AUP1), de Pelotas (setores SP-AR1, AP1 e AUP1) e Potiguar (setor SPOT-AP2), de águas ultraprofundas fora do polígono do pré-sal das bacias de Campos (setores SC-AP1, AP3, AUP1 e AUP2) e de Santos (setor SSAP4 e AUP4) na 17arodada.

Para a 18arodada, deverão ser selecionados blocos nas bacias do Ceará (setores SCE-AP1, AP2 e AP3) e de Pelotas (setores SP-AR2, AR3, AP2, AUP2 e AUP7) e de águas ultraprofundas fora do polígono do pré-sal da Bacia do Espírito Santo (setor SES-AUP2, AUP3 e VT).

Prepare-se:

Não fique de fora dos  empregos, e negócios.
Qualifique-se com nossos treinamentos, clicando aqui.

Fonte: E & P Brasil

Últimas Notícias
» 5ª rodada do pré-sal se torna prioridade para as petroleiras
» Repsol Sinopec Brasil apresenta novas tecnologias para offshore na Rio Oil & Gas 2018
» Laboratórios criam âncora de poliéster e robô submarino para setor de petróleo
» Petrobras vê salto na produção de petróleo em 2019 e corte de US$10 bi na dívida
» ANP aprova inscrição de três novas empresas para a oferta permanente
» Arrecadação com royalties do petróleo cresce 62% no ano
» Petrobras quer elevar produção de petróleo em até 10% em 2019, diz diretor
» Aker Solutions fecha contrato com a Petrobras para manutenção em nove plataformas
» Tecnologia torna o pré-sal a principal fronteira petrolífera do mundo
» União deve ter que pagar Petrobras em espécie pela revisão da cessão onerosa
veja mais notícias »

Fornecedores
Fornecedores - Para consultar ou anunciar, clique aqui, de R$240,00 por apenas R$99,90 ao ano, e disponibilize informações sobre seus produtos e serviços para o maior mercado de Petróleo e Gas do país: a Bacia de Campos.

Siga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no TwitterSiga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no Twitter.


Curta nossa página no Facebook

Política de Privacidade | Privacy policy | Publicidade | ContatoDesenvolvido pela SYS Computing