Click Macaé
ClickMacaé.com.br
ClickMacaé.com.br

» A Bacia de Campos

» O Cenário Offshore

» Petróleo e Gás

» Empregos

» Cursos> Fornecedores Offshore> Shopping

» Informações> História do Petróleo> A História no Brasil> A Atividade Offshore no Brasil> As Crises do Petróleo> As Plataformas da Bacia de Campos> A Bacia de Campos em Números> As Reservas da Petrobras> Lei do Petróleo> Licenciamento Ambiental> Marco Regulatório> Petrobras no mundo> Pré-sal> Sobre o Petróleo> Sobre o Gás

» Empregos> Buscar Profissionais para Minha Empresa> Buscar Vaga de Emprego na Área

» Glossário> Terminologia Naval> Terminologia Offshore> Terminologia Offshore Comercial> Glossário e Abreviações

Sampling Treinamentos Curso 24 Horas

PPSA vai vender produção de petróleo da União no pré-sal na B3

12 de março de 2018

A produção de petróleo da União proveniente da área de desenvolvimento de Mero e dos campos de Lula e Sapinhoá, no pré-sal, será comercializada, por meio de leilão, na bolsa de valores B3, informou a estatal PPSA em comunicado na sexta-feira, 09/03.

A aprovação foi publicada no Diário Oficial da União, e o leilão será realizado o “mais breve possível”, de acordo com o presidente da Pré-Sal Petróleo (PPSA), Ibsen Flores.

Em nota, a PPSA destacou que já está realizando os trâmites junto à B3 para que a instituição forneça a estrutura necessária para leiloar contratos de compra e venda do petróleo da União para as áreas em questão.

O lote de Mero é referente à produção do primeiro contrato em regime de partilha no país, o de Libra, que tem como operador a Petrobras e os consorciados Shell, Total, CNOOC e CNPC. A União tem direito a 41,65 por cento do chamado óleo-lucro, disse a PPSA.

Já o petróleo de Sapinhoá a ser comercializado na bolsa diz respeito à área chamada Entorno de Sapinhoá, que foi oferecida na Segunda Rodada de Partilha de Produção em outubro de 2017.

A área foi arrematada pela Petrobras, como operadora, Shell e Repsol. Sob o regime de partilha, caberá à União 80 por cento do óleo-lucro.

Por fim, o campo de Lula, do consórcio BM-S-11 operado pela Petrobras, com os sócios Shell e Petrogal, é o principal produtor do pré-sal, em regime de concessão. Mas, segundo a PPSA, desde 2014 foi firmado um Acordo de Individualização da Produção (AIP) entre o consórcio e a União que, por sua vez, passou a ter direito a só 0,55 por cento da produção do campo gigante.

Segundo a PPSA, em uma única sessão pública serão leiloados três contratos para cada uma das áreas que poderão ser adquiridos por um único comprador ou por empresas diferentes.

O vencedor irá adquirir toda a produção do respectivo campo durante um ano, remunerando a União, a cada retirada de carga, de acordo com a proposta de preços ofertada no leilão mais o Preço de Referência do Petróleo (PRP), calculado mensalmente pela reguladora ANP.

Poderão participar do leilão empresas que tenham capacidade logística para efetuar os carregamentos, acrescentou a PPSA.

Fonte: Reuters

Últimas Notícias
» Ibama libera FPSO de Tartaruga Verde. Unidade será a terceira a produzir no ano
» Projeto do pré-sal favorece Petrobras
» Opep decide aumentar produção em 1 milhão de barris diários
» Pré-sal: Ibama emite licença para exploração de petróleo em Tartaruga
» FIRJAN lança publicação ‘Ambiente onshore de petróleo e gás no Brasil 2018’
» Apresentação do Repensar Macaé supera expectativa
» Em Macaé, novidades atraem público à Feira de Responsabilidade Social
» O que petroleiras, Abimaq, e ONGs querem mudar na oferta permanente
» Macaé - Termina dia 30 prazo para refinanciamento de dívidas
» Redução de royalties poderá beneficiar 60% dos ativos à venda da Petrobras
veja mais notícias »

Fornecedores
Fornecedores - Para consultar ou anunciar, clique aqui, de R$240,00 por apenas R$99,90 ao ano, e disponibilize informações sobre seus produtos e serviços para o maior mercado de Petróleo e Gas do país: a Bacia de Campos.

Siga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no TwitterSiga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no Twitter.


Curta nossa página no Facebook

Política de Privacidade | Privacy policy | Publicidade | ContatoDesenvolvido pela SYS Computing