Click Macaé
ClickMacaé.com.br
ClickMacaé.com.br

» Contratar Profissional

» A Bacia de Campos

» O Cenário Offshore

» Petróleo e Gás

» Empregos

» Cursos> Fornecedores Offshore> Shopping

» Informações> História do Petróleo> A História no Brasil> A Atividade Offshore no Brasil> As Crises do Petróleo> As Plataformas da Bacia de Campos> A Bacia de Campos em Números> As Reservas da Petrobras> Lei do Petróleo> Licenciamento Ambiental> Marco Regulatório> Petrobras no mundo> Pré-sal> Sobre o Petróleo> Sobre o Gás

» Empregos> Buscar Profissionais para Minha Empresa> Buscar Vaga de Emprego na Área

» Glossário> Terminologia Naval> Terminologia Offshore> Terminologia Offshore Comercial> Glossário e Abreviações

Sampling Treinamentos Curso 24 Horas

ABEMI acredita na retomada dos negócios na área de engenharia já para 2019

7 de janeiro de 2019

Estamos encerrando nesta segunda-feira (7/1) o projeto Perspectivas 2019. E escolhemos o Presidente de uma das entidades mais importantes para o setor de Petróleo e Gás, a ABEMI (Associação Brasileira de Engenharia Industrial)  que sempre teve uma forte participação pró ativa no mercado. A Associação, que já teve na presidência nomes como Davi Fishel, Carlos Maurício de Paula Barros e Antônio Muller, hoje é presidida por Nelson  Romano, que assumiu o cargo na associação num momento nervoso e com um  mercado em queda. Hoje, ele vê os novos ventos com boas perspectivas e otimismo. Acredita que as coisas podem se reverter e para uma boa retomada nos negócios. Vamos saber as suas opiniões:

– Como analisa os acontecimentos de 2018 em seu setor?

– À exceção de algumas áreas como energia, o ano teve uma baixa atividade com poucas oportunidades para engenharia com uma leve indicação de melhora no final do ano. O desemprego de engenheiros e profissionais nesse mercado se manteve em patamares bastante elevados.

– Quais seriam as soluções para os problemas que o país atravessa?

– Não existem soluções imediatas para todos os problemas que o país atravessa. São inúmeros e envolvem muito trabalho em todas as esferas, entretanto alguns dos problemas cruciais estão muito bem entendidos pelo futuro governo que parece disposto a enfrentar; reforma da previdência, reforma tributária e aprofundamento da reforma trabalhista.

– O que espera do Governo Bolsonaro? Está pessimista ou Otimista?

– Nossa posição é otimista. A disposição de reduzir o tamanho do estado, aprofundar o ajuste das contas públicas, mudar de postura nas relações internacionais além de outras medidas liberalizantes, devem abrir uma janela de oportunidade para o país voltar a crescer e gerar empregos. Esperamos que o governo envolva setores da sociedade nas reformas e na própria gestão, para que nós brasileiros tenhamos a oportunidade de competir em igualdade de condições com o mundo exterior com o auxilio das reformas mencionadas, em especial fiscal e trabalhista. Também esperamos em particular na indústria do petróleo, que essa riqueza se transforme em um benefício do nosso parque industrial, tecnológico e da população como um todo através de uma política industrial, não protecionista, mas que leve em conta os interesses da nação, aliás,  a exemplo de outros países produtores que utilizando essa riqueza construíram um parque industrial e tecnológico altamente desenvolvido.

Prepare-se:

Não fique de fora dos empregos, e negócios.
Qualifique-se,  turbinando seu currículo, com nossos treinamentos, clicando aqui.

Fonte: Petronotícias

Últimas Notícias
» O tamanho do mercado de navios autônomos deverá chegar a US $ 13,8 bilhões até 2030
» Opep impulsiona cortes de oferta de petróleo antes de início de acordo
» Oferta Permanente: ANP divulga mais nove inscritas e diretrizes ambientais de 494 áreas
» Austral Seguradora avança em Riscos de Petróleo e aposta no crescimento do mercado de seguros para óleo e gás
» A importância do petróleo para o desenvolvimento do Brasil
» Empresa Chinesa, do Consórcio Kerui/Método, estará em Maricá, para Encontro de Negócios, no dia 20 de fevereiro
» Petrobras fará desinvestimento de 70% de concessões em 254 campos
» Vencedores e perdedores da recuperação do petróleo offshore
» Após tabela do frete, empresas trocam caminhão por navio
» Açu Petróleo encerra 2018 com 61 operações ship-to-ship
veja mais notícias »

Fornecedores
Fornecedores - Para consultar ou anunciar, clique aqui, de R$240,00 por apenas R$99,90 ao ano, e disponibilize informações sobre seus produtos e serviços para o maior mercado de Petróleo e Gas do país: a Bacia de Campos.

Siga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no TwitterSiga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no Twitter.


Curta nossa página no Facebook

Política de Privacidade | Privacy policy | Publicidade | ContatoDesenvolvido pela SYS Computing