Click Macaé
ClickMacaé.com.br
ClickMacaé.com.br

» Contratar Profissional

» A Bacia de Campos

» O Cenário Offshore

» Petróleo e Gás

» Empregos

» Cursos> Fornecedores Offshore> Shopping

» Informações> História do Petróleo> A História no Brasil> A Atividade Offshore no Brasil> As Crises do Petróleo> As Plataformas da Bacia de Campos> A Bacia de Campos em Números> As Reservas da Petrobras> Lei do Petróleo> Licenciamento Ambiental> Marco Regulatório> Petrobras no mundo> Pré-sal> Sobre o Petróleo> Sobre o Gás

» Empregos> Buscar Profissionais para Minha Empresa> Buscar Vaga de Emprego na Área

» Glossário> Terminologia Naval> Terminologia Offshore> Terminologia Offshore Comercial> Glossário e Abreviações

Sampling Treinamentos Curso 24 Horas

União pagará US$ 14 bilhões à Petrobras por cessão onerosa

8 de janeiro de 2019

A União deverá pagar em torno de US$ 14 bilhões à Petrobras — quase R$ 52 bilhões pela taxa de câmbio atual — na revisão do contrato que cedeu para a estatal o direito de explorar seis grandes blocos de petróleo na camada do pré-sal. Mantido em sigilo absoluto desde o ano passado, o valor foi comunicado a integrantes do novo governo por autoridades que pertenciam à gestão Michel Temer, ainda durante a transição.

A cifra fica mais ou menos no meio do caminho entre o pleito máximo apresentado inicialmente pela Petrobras, que ficava perto de US$ 30 bilhões, e cenários contábeis nos quais a União se dizia credora na repactuação dos termos acordados em 2010.

O tamanho do acerto diminui o espaço da equipe econômica para zerar o déficit primário projetado para este ano. A expectativa era usar as receitas do leilão de excedentes da cessão onerosa para acelerar o ajuste fiscal. Os últimos cálculos feitos no governo do ex-presidente Michel Temer apontaram um potencial de arrecadar R$ 125 bilhões com esse leilão — sem contar o montante devido à Petrobras. Há, ainda, pressão dos governadores para ficar com 20% das receitas totais.

"Mega ressarcimento"

Além dos US$ 14 bilhões que deverá receber da União como pagamento pela revisão do contrato da cessão onerosa, a Petrobras será ressarcida também em vários bilhões de dólares pelas empresas ou consórcios vitoriosos no futuro leilão de excedente das reservas da área.

Até agora, o ressarcimento não vinha sendo objeto de discussão pública. Mas o novo governo foi informado, reservadamente, por autoridades da gestão anterior, que o edital do leilão terá que explicitar os investimentos já realizados pela estatal do petróleo nas áreas da reserva. O valor do ressarcimento dependerá do volume recuperável e da velocidade de produção.

No caso da cessão onerosa, diferentemente de uma campanha petrolífera comum, a maior parte dos investimentos em exploração e produção já foi realizado.

Prepare-se:

Não fique de fora dos empregos, e negócios.
Qualifique-se,  turbinando seu currículo, com nossos treinamentos, clicando aqui.

Fonte: Valor

Últimas Notícias
» O tamanho do mercado de navios autônomos deverá chegar a US $ 13,8 bilhões até 2030
» Opep impulsiona cortes de oferta de petróleo antes de início de acordo
» Oferta Permanente: ANP divulga mais nove inscritas e diretrizes ambientais de 494 áreas
» Austral Seguradora avança em Riscos de Petróleo e aposta no crescimento do mercado de seguros para óleo e gás
» A importância do petróleo para o desenvolvimento do Brasil
» Empresa Chinesa, do Consórcio Kerui/Método, estará em Maricá, para Encontro de Negócios, no dia 20 de fevereiro
» Petrobras fará desinvestimento de 70% de concessões em 254 campos
» Vencedores e perdedores da recuperação do petróleo offshore
» Após tabela do frete, empresas trocam caminhão por navio
» Açu Petróleo encerra 2018 com 61 operações ship-to-ship
veja mais notícias »

Fornecedores
Fornecedores - Para consultar ou anunciar, clique aqui, de R$240,00 por apenas R$99,90 ao ano, e disponibilize informações sobre seus produtos e serviços para o maior mercado de Petróleo e Gas do país: a Bacia de Campos.

Siga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no TwitterSiga as últimas novidades do ClickMacaé diretamente no Twitter.


Curta nossa página no Facebook

Política de Privacidade | Privacy policy | Publicidade | ContatoDesenvolvido pela SYS Computing